Parto Humanizado Hospitalar
Relato da Vivian Sanches Zambrotta
Relato de parto humanizado do Coletivo Nascer em São Paulo na Água Branca

Relato da Vivian Sanches Zambrotta

21 de Maio de 2019.

Há um mês atrás já havia me convencido que seria mais uma cesária, por protocolo daqueles famosos hospitais de São Paulo, fui diagnosticada com pré-eclâmpsia, pela médica que estava fazendo meu pré Natal. É claro que não acreditei, e já fiz todo roteiro na minha cabeça : espero estourar a bolsa e vou p maternidade, aquela dos famosos… Foi aí que tudo mudou, do nada ( e eu não me lembro onde) vi sobre o @coletivonascer, estávamos eu e meu irmão esposo, no trânsito, voltando p casa, passando pelo bairro da liberdade, e eu imediatamente liguei para entender melhor… Foi aí que nossa história começou ♥️. Ana Cris me atendeu assim que chegamos no Coletivo e me explicou tudo me pedindo para contar um pouco mais sobre mim… Passei pela obstetra que com muito carinho me explicou que realmente eu tinha pré-eclâmpsia, mas que isso não queria dizer que não conseguiria meu sonhado PN e me explicou todos os risco se não tratasse… Comecei o tratamento e continuei indo às consultas semanais de pré-natal (que por sinal são maravilhosas) passei por outras obstetras do grupo e cada uma delas, com muito carinho foi desenhando comigo nosso final de gestação, o que fazer e quando fazer… Foi assim que conheci a Fer Acupunturista, que me ajudou demais nas sessões e tenho certeza que o resultado tem dedinho dela. Conheci também a Maravilhosa doula @aguiarcamilad que já vai entrar na história. Conforme combinamos, iniciei, na segunda feira dia 13 de maio nossa indução não-farmacológica, natural, para dar sinal ao corpo que algo estava para acontecer… Minha Dpp estava para dia 20, então teríamos tempo de “despertar” meu corpo para o TP. No sábado finalizamos a primeira etapa e logo a tarde a Ana Cris me pediu para fazer a Internação para com calma iniciar o processo de indução farmacológica, e eu imediatamente pedi para ela se poderia me preparar psicologicamente e ir no domingo, com calma, ela contatou a equipe e me retornou com um lindo positivo, internaria no domingo antes do almoço… E foi o que aconteceu, mas não tão tranquilo assim, e não tão calmo como esperava…

Vai demorar uns 10 minutos para fazer efeito… E assim foi suavizando as dores até que eu adormeci.. SIMMMMM, eu cochilei… Aí sim começo a ver o que estava acontecendo, aí vi o Ale (que ainda não lembro que horas e onde eu estava quando ele chegou) comecei a ver a equipe toda, a Dra Larissa, enfim, clareou.. Acordei com dores novamente, as equipe verificou, dilatação toda, iniciou expulsivo… Fiquei tão feliz, queria muito, sonhávamos com isso e enfim havia conseguido… A cada tentativa de fazer força toda a equipe se movimentava, me ajudava, Camila limpava meu rosto, passava um lenço umedecido, fazia massagem com aqueles aromas que nunca esquecerei, arrumava meu cabelo, fazia carinho, me trazia água gelada, fez um lanchinho e colocou na minha boca, suco na minha boca, enfim, tinha tudo que precisava… A Silvia, além de me dar água, se preocupava com meu bem estar, me ajudava na hora dos puxos, com o olhar me dizia querer estava indo, que estava tudo bem, que daria certo, com muita suavidade, carinho e respeito, me ajudava a todo momento… A dra Larissa parecia uma amiga, sempre me dando muita força, conversando, me explicando, me ajudando muito na hora dos puxos… O Rafael, Anestesista, meu Deus, que mão! Com muito respeito, sempre de prontidão para dar a dose assim que eu pedia, sempre solicito, e envolvido. E assim passou o tempo, sentia a cabeça dele… O Ale estava embasbacado, sorridente, confiante, olhou tudo de pertinho, me abraçou, dançou comigo kkkkk, me deu força, me ajudou, foi parceiro e companheiro… Foi “raçudo”.. E chegou a temida hora, a Dra Larissa me deu as opções que tínhamos, pq o Dominic estava ali, pertinho, mas não saia, queria ficar ali dentro.. Estava tímido.. Iríamos tentar mais um pouco, mas caso não viesse, teríamos que tentar outra opção e se não desse certo, teríamos que ir para cesária… Eu pensei comigo : ahhhhhh NÃO, cheguei até aqui e agora vou para cesária nada!!!!! E aí que a força veio… A equipe estava completa e começamos a mudar novamente as posições, tentamos as tradicionais e começou a dar certo… Em cima da cama, com arco, em cada puxo a força das joias do infinito ficavam presente…

Fazia a maior força que uma pessoa poderia fazer… E foi assim, após 7hr em período de expulsão, às 18:05 do dia 19/05/2019, fiz a força final… Ele nasceu, eu senti ele saindo, eu ainda sinto a sensação, ainda consigo ver os rosto de todos que estavam olhando para ele, consigo rever td em minha mente.. Foi maravilhoso, foi um renascimento, foi surreal, foi perfeito, foi um lindo filme romântico com final feliz… Finalizo meu relato com o agradecimento : à minha linda Doula que tomou toda a dianteira e me levou p hospital e fez todos os processos administrativos e ainda esteve comigo fazendo o impossível para cuidar de mim, literalmente… A equipe toda do @coletivonascer que foi preparada por ordem divina para mim, naquele dia, Dra Larissa, Silvia, Dr Rafael e todas as outras pessoas que foram sempre importantes e incríveis comigo o tempo todo, em cada consulta em cada palavra e atitude.. Sem vocês JAMAIS conseguiria essa experiência espetacular. .. Com certeza seria mais uma estatística de desnecessária, sem querer, simples e puramente por esse mundo tão cheios de protocolos… Vcs acreditaram em mim, no meu corpo e no momento de parir.. E claro nunca poderia esquecer da minha mãe @marciarosanches que deixou a vida dela novamente, para nós ajudar, nos acompanhar, nos auxiliar, nos opinar e cuidar do meu tesouro que ficou em casa aguardando o irmão chegar e por último e não menos importante, meu companheiro Ale, que acreditou em mim e me deixou passar por essa incrível história de amor e superação… Obrigada pelo seu carinho, comprometimento e companheirismo nos momentos mais importantes da nossa família… Enfim estamos completos, plenos e realizados…

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho