Parto Humanizado Hospitalar
Medo de Não Ter Dilatação

Medo de Não Ter Dilatação

Pra começo de conversa uma definição: Todo colo do útero dilata. Ou seja, toda mulher é capaz de chegar à dilatação total (10cm), dadas as condições ideais e desde que o bebê não precise ser retirado antes da hora por questões de segurança.

O mecanismo que permite que isso aconteça é a ação hormonal das prostaglandinas, que vão amolecendo o colo do útero e da ocitocina, que provoca contração e empurra a cabeça do bebê em direção ao colo uterino facilitando sua abertura. Os dois mecanismos acontecem desde o início do trabalho de parto até a saída do bebê. Ou seja, é necessário esperar a mulher entrar em trabalho de parto para que os hormônios comecem a agir sobre o colo do útero. Em outras palavras ainda: se não deixar a mulher entrar em trabalho de parto (quer por pressa, quer por necessidade do bebê nascer logo), o colo não tem dilatação por falta de entrar em trabalho de parto. De fato no Brasil em geral não se espera o tempo necessário para que esse mecanismo ocorra.

Sendo assim, dilatar ou não dilatar depende grande parte das vezes de paciência apenas. Também vale lembrar que existem métodos diversos, dos mais simples até os mais complexos para fazer a mulher entrar em trabalho de parto quando não dá mais para esperar os mecanismos naturais do corpo. São os métodos de indução, que vão desde acupuntura, até a internação e uso de medicamentos que fazem o parto indiciar.

Vale como um dado importante que em um ano o Coletivo Nascer teve 300 partos, sendo duas cesarianas marcadas por razões clínicas. Todas as outras mulheres iniciaram dilatação, quer por trabalho de parto espontâneo, quer por indução do trabalho de parto. Nem todas puderam dilatar até os 10 cm porque às vezes não podemos mais esperar, se o bebê estiver começando a apresentar sinais de cansaço por exemplo. Mas 90% das mulheres chegaram à dilatação total. E dessas 90% tiveram partos normais e 10% não porque o bebê não encaixou apesar da dilatação completa.

Em suma, não existe o diagnóstico de consultório com 39, 40, 41 semanas, de precisar de cesárea porque “não tem dilatação” já que não se espera dilatação fora do trabalho de parto. Existem sim indicações de cesariana, mas falta de dilatação não é uma delas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho