Parto Humanizado Hospitalar
Quais são os direitos da gestante no parto?

Quais são os direitos da gestante no parto?

Sempre ouvimos falar sobre casos de injustiças, discriminações, violências (físicas ou morais) e desrespeito às mulheres durante o trabalho de parto.


Não vamos entrar no mérito de falar que essas injustiças acontecem POR CAUSA da falta de informação das mulheres sobre seus direitos. A culpa não é delas, mas daqueles que os desrespeitam.
Mas é claro que se a mãe se informa, fica muito mais fácil cobrar seus devidos direitos. Vamos falar de alguns deles?


Nenhum hospital, maternidade ou casa de parto pode recusar atendimento. E ela só poderá ser transferida depois de realizados os devidos exames e confirmado de que há tempo hábil para o transporte.
A mãe deve ter todas as suas queixas e reclamações ouvidas e dúvidas esclarecidas. Ela deve ser informada a respeito de todos os procedimentos realizados pela equipe médica e ter suas escolhas respeitadas. Ninguém pode intimidá-la ou recriminá-la quando gritar ou chorar de dor.


A parturiente tem direito a um acompanhante de sua livre escolha durante todo o processo.
Depois do parto, a mãe tem o direito de ter o bebê ao seu lado e de amamentar em livre demanda.
Por último, mas não menos importante: TODAS as mulheres têm direito a parto natural. Ele é o mais seguro. A cesária somente deve ser feita em casos extremos.

Foto da @katiarbeirosouza_

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho